Loading...

domingo, 4 de setembro de 2011

MEDO E CORAGEM

Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor inesquecível.

Indecisões...
Medo...
Coragem...
Atitudes...
Devemos tomar descisões...o medo tornar em coragem e atitudes...sempre escolher fazer o que for melhor e o correto.
Nunca deixe o MEDO ser maior que a Coragem...
Tenha medo...mais jamais deixe de acreditar em você mesmo.

Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.

O milagre não é dar vida ao corpo extinto,
Ou luz ao cego, ou eloqüência ao mudo...
Nem mudar água pura em vinho tinto...
Milagre é acreditarem nisso tudo!

sábado, 3 de setembro de 2011

ARTE DA NATUREZA

O sol está se pondo, mostrando sua beleza; fazendo o seu show, que lindo espetáculo da natureza. Por sobre as águas, por sobre as matas, por sobre os rios; escondendo-se por trás das nuvens, sumindo no horizonte.
O sol já se pôs, a noite vem chegando, o mundo pairando, o silêncio acalmando, a lua vem surgindo, as estrelas brilhando e a noite venta frio; que noite, que vento; que frio que arrepio.
Que espetáculo que a Natureza dá. Porem, sem platéia, sem assembléia, seu público não lhe dá atenção, estão todos ocupados com suas próprias preocupações. Ninguém tem tempo, estão todos perdidos no ciclo de seu próprio tempo. No entanto, a Natureza com toda a sua beleza não perde a sua alegria, seu encanto, sua magia e não deixa de dá inspiração a uma linda poesia. Mesmo sem público, sem platéia, ela continua dando o seu show por que faz com amor, um amor do qual o mundo vive.
A noite esfriou, a neblina começa a cair molhando as folhas das árvores, das gramas, das plantas, do chão. A lua continua iluminando, continua inspirando, jovens casais se apaixonando a luz da lua e do brilho das estrelas declamando versos de amor. Ah! Paixão. Por que não se vive sempre apaixonado?
A madrugada chegou o galo já cantou, o dia vem amanhecendo o sol vem raiando, o barulho chegando, o mundo levantando, a correria voltando e tudo girando. O sol muito alegre vem dando o seu espetáculo da manhã. Já amanheceu, mas ninguém percebeu só sabe que já está de pé, infelizmente, não se sabe quem é. Não percebem nada da vida, os espetáculos da Natureza; por que só estão voltados para sua própria riqueza. Mas quer maior tesouro mais valioso que ouro que é o dom da Natureza e sua resplandecente beleza?
Infelizmente, ninguém viu ninguém vê; que triste vida que só vale o ter. Olhar para o sol, olhar pra lua é perder. Perder tempo, por que "tempo é dinheiro" a vida também já é; meu Deus que mundo é esse, que mundo sem fé. Que mundo coisificado, onde o essencial é deixado de lado. Onde ninguém consegue ver que a terra é o melhor lugar para viver.
Que correria que fantasia, que ilusão; que vive o mundo sem paixão. Sem inocência, sem paciência, sem reverência ao mistério da natureza. O céu está todo nublado, a lua já está fechada, o sol está escuro, as estrelas já não se vêem mais; o mundo está ficando vazio, cadê a Paz? Tudo está sufocado, tudo perdeu o seu brilho. A tristeza paira sobre a Natureza. Oh! Natureza. Compartilho de tua tristeza.
Mas um poeta mesmo triste consegue compor por que ele luta por um mundo com amor. Um mundo melhor, de justiça, de beleza; onde não destruam a Natureza. Não destrua o encanto, o show, o espetáculo; a Natureza é nossa casa, é nosso espaço. Que não destruam a inspiração, a alegria, pois a Natureza é nossa poesia.
Oh! Natureza. Reação, nós precisamos de vós; deixa de tristeza, volta a brilhar eu sou a tua voz. Temos que ter esperança precisamos sonhar, sonhar que um dia o mundo vai melhorar, pois esse é nosso ambiente, aqui é nosso lugar. Oh! Natureza. Volta fazer teu espetáculo, tua festa e volta a inspirar as melhores poesias nos versos dos poetas.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

ASTROLOGIA

Desde os tempos imemoriais o homem volta seus olhos para o céu, buscando desvendar os mistérios do universo, compreender o sentido da vida e a sabedoria presente no macrocosmo.
A Astrologia é a arte de compreender a conexão que há entre o macro e o microcosmo, a ligação entre os fenômenos celestes e terrestres.
Tomando como coordenadas a data, a hora e a cidade de nascimento, o astrólogo elabora o mapa astral, a fim de auxiliar indivíduos no processo de auto-conhecimento, para que utilizem positivamente seus potenciais, características, tendências, e aprendam com os desafios e dificuldades.
Cada ser é único no universo e o mapa astral é sua “identidade cósmica”, como uma impressão digital exclusiva, reflexo do propósito de sua alma na terra.
O objetivo maior da Astrologia é proporcionar auto-conhecimento, a fim de estimular a evolução e transformação da sociedade e do planeta, com a contribuição das diferentes individualidades que compõem a raça humana.
Com seus inúmeros símbolos e significados, a astrologia auxilia-nos na compreensão da “sinfonia das esferas”, a “música” que rege o universo, e o tom de cada ser, instrumentos do arquiteto divino... 
Tudo no Universo está interligado: "Assim como é o Macrocosmo, é o Microcosmo". Este é o conceito básico da Astrologia, que visa o autoconhecimento, a aproximação de cada pessoa com sua essência e a harmonização com os ciclos cósmicos. A Astrologia não é adivinhação ou mero oráculo. É um instrumento para compreender as potencialidades de cada ser, tendências, desafios, conflitos, necessidades e objetivos. Segundo a Astrologia, no momento de nascimento estão inscritos os potenciais de uma vida. O mapa astral é o principal instrumento astrológico, sendo o retrato do céu no momento de seu nascimento, simbolizando a conexão que existe entre você e a totalidade.
Lembre-se que fazer o mapa astral não é recorrer a programas de astrologia comercializados em esquinas...Para ter uma análise astrológica com seriedade e qualidade, você deve procurar um astrólogo.

REFLEXÃO

Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.
A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.

Quem quiser vencer na vida deve fazer como os seus sábios: mesmo com a alma partida, ter um sorriso nos lábios.

A vida é para quem topa qualquer parada. Não para quem pára em qualquer topada.

Não faças da tua vida um rascunho.
Poderás não ter tempo de passá-la a limpo.

Não devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia. Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo, outra é ACHAR que seu caminho é o único!

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

DESENHOS


VIDA

''Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre''.
Fato!!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

AH MULEKE

video

''FÁCIL E DIFICIL''

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião... 
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.
Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade   quando for preciso.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...

Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.
Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Fácil é ditar regras e, Difícil é segui-las...